Não pode faltar oxigênio

Certa vez em uma visita ao hospital, um dos pacientes que ali estava internado, passou por um procedimento que media o nível de oxigênio no sangue. Foi logo identificado que estava baixando rapidamente e em pouco tempo viria a óbito. O oxigênio é necessário para a vida.

É nesses momentos que notamos a importância de coisas que passam no decorrer de nossas vidas sem serem notadas, mesmo que sejam necessárias. É difícil darmos atenção para o necessário olhando para outros pontos da vida que deveriam ser secundários, mas que está no topo de nossa prioridade.

Temos valores que não negociamos, verdades que defendemos, princípios fundamentais firmados em nossos corações. Teoricamente tudo bem ordenado. Como cristãos estes valores deveriam permear toda a prática de nossas vidas.  Deveriam moldar nossas motivações, nossas ações, e reações, deveriam ditar o ritmo de nossas decisões. Valores que tem ou deveriam ter no centro as sagradas escrituras como regra de fé e prática.

Olhares que teriam que estar voltados para o autor e consumador da fé, e que estão voltados para outras coisas. E quando o foco fica prejudicado, a vista fica turva, o olhar embaçado, ignoramos e negligenciamos o que não pode. Deixamos de lado o que é importante, o “Oxigênio” para vida espiritual, o necessário para uma vida cristã sadia, o alimento para um corpo saudável.

Qual tem sido nossa prioridade de vida? Qual é a nossa verdadeira motivação? Como é a prática em relação ao nosso conhecimento? O que é mais importante para o meu coração? Que caminho temos seguido? O que tem mais valor?

São perguntas que precisamos responder com sinceridade. São respostas que dependem de uma reflexão para que sejam verdadeiras e devem ser buscadas no mais profundo de cada alma, porque revela quem de fato somos. No meio das pessoas nossos costumes, nosso jeito de falar e de se vestir pode nos tornar parecidos um com os outros. Mas quando estamos sozinhos com nossos pensamentos e meditações, somos capazes de sermos nós mesmos, e podemos responder estas perguntas de verdade.

De acordo com suas respostas, é possível ver o nível de oxigênio em sua vida espiritual. É possível identificar o que precisa ser mudado, se arrepender e prosseguir para viver para glória de Deus. Se as repostas estiverem de acordo com os ensinamentos de Cristo, de acordo com aquilo que dizemos crer, glória a Deus. Mas se estiver mais fundamentado em nossos desejos e vontades, mesmo que contra a verdade que professamos, o nível oxigênio está baixo e é hora de buscar arrependimento, de clamarmos a Deus para que aja em nossas vidas e use da misericórdia DELE sobre nós. É hora de abandonar os atalhos e pegar o único e principal caminho.

Não ignore os sinais que você mesmo emite no dia a dia. Seja atento as mudanças de comportamento, perceba quando você começa a deixar de lado a oração, a leitura da palavra, ou mesmo relaxar em pontos que não poderia. Grite dentro de você com um sonoro acorda. Ore fervorosamente. Não deixe faltar o oxigênio, respire, viva.

Soli Deo Glória!

Flavio Franco

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *