Do choro ao cuidado

Imagine uma cena:

Uma noite qualquer, fria e com chuva. Aquela que parece mais longa, e assustadora. Um bebe dormindo ao quarto ao lado, que acorda no meio da noite com fome e frio. O que ele faz? Faz a única coisa que sabe fazer. Chora, chora muito.

O pranto é grande, o barulho chega aos ouvidos de quem está no quarto ao lado, para socorrer em situações assim. E quando o choro é ouvido, aquela criança é socorrida.

Os pais acodem, pegam no berço, e levam para o quarto deles. Chegando lá o cheiro é outro, a noite vira dia, o frio se torna aconchegante e quentinho, o que era assustador torna seguro, e a solidão agora não existe mais.

Na cama tem o cheirinho da mamãe, do papai. Trocado e alimentado, dorme feliz, e em paz nos braços de que o ama e quer bem.

Muitas pessoas estão como este bebê, sozinho, com medo do agora e do futuro. Precisando ser cuidado, orientado e guiado. Pessoas perdidas nos acontecimentos da vida. Questionando se Deus existe ou se ELE o ama.

É um questionamento comum, e de muitas pessoas. Mas o que a bíblia nos diz sobre o amor de Deus, sobre o seu cuidado?

A bíblia diz que Deus nos amou quando ainda éramos pecadores. O ser humano perdido, escravo do pecado, seguindo os ídolos do coração, dominado por suas paixões.

Romanos 5.8 – Mas Deus prova o seu amor para conosco ao ter Cristo morrido por nós quando ainda éramos pecadores.

Deus providencia um plano, envia seu filho para receber o castigo que era nosso. Haja visto que a bíblia fala que o salário do pecado é a morte. Justamente o salário do homem.

E isso de forma gratuita, um favor imerecido. O que o homem tem de fazer? Será que é necessário algo grandioso, será que tem de se valorizar a ponto de merecer?

Me alegra saber que não. A bíblia fala que todos aqueles que creem em Cristo são filhos de Deus. O que isso significa? Significa que ao acreditar em Cristo, recebemos o direito de filho e como filhos, fugimos  da condenação. Porque Cristo já nos libertou.

Se alguém vai ao médico doente, e ele diz: Você precisa tomar o remédio por 10 dias de 8 em 8 horas para sarar. Ninguém questiona, logo adquirimos o remédio e começamos a tomar. E fazemos isso com toda certeza que será bom para nós.

Agora Cristo está oferecendo a oportunidade de torna-se filho, de ser curado da doença que é o pecado na vida do homem. E o que ele tem de fazer? Acreditar no Filho, em Cristo.

João 1.12 – Mas a todos que o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes a prerrogativa de se tornarem filhos de Deus;

Ele vai nos resgatar daquela situação apavorante, da escuridão, da dor, do frio e do medo de estar sozinho. Vai nos resgatar, como os pais fazem com filho que chora no quarto ao lado. Vai nos limpar e alimentar, nos guiar e fortalecer. A verdade romperá em nossos corações como vida. Em Cristo seremos libertos e salvos. ELE vai nos transportar das trevas para luz.

Seremos seu filho. Ao invés da morte, teremos vida eterna com ELE. Ainda estaremos afetados pelo pecado, vamos errar, mas não como escravos. A justiça de Cristo vai cobrir toda nossa injustiça. Não haverá mais condenação, o castigo que nos traz a paz estava sobre Cristo.

Isaías 53.5 – Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões e esmagado por causa das nossas maldades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e por seus ferimentos fomos sarados.

Portanto faço um apelo, creia em Cristo com todo seu coração, entregue sua vida a Ele, confie NELE, alguns “nãos” são necessários para nossa correção. Mas com toda certeza NELE está o sim e o amém para a vida ETERNA.

Em Cristo!
Flavio Franco

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *